sábado, 22 de novembro de 2014

Calendário de contagem regressiva pro natal

O natal é praticamente a principal data comemorativa do ano, e por ser muito explorada comercialmente, as crianças ficam eufóricas aguardando o grande dia! É muito bom aproveitar as datas comemorativas como referência para situar as crianças no tempo. As crianças pequenas ainda não têm noção do tempo e precisam de algumas atividades para auxiliá-las. O Advent Calendar, ou calendário de contagem regressiva é uma forma muito eficiente e divertida de ajudar as crianças a saber quantos dias faltam para determinada data. Além delas se divertirem e esperarem com mais paciência, o calendário é muito educativo, e se ensinarmos as crianças desde cedo a se situarem no tempo e espaço estamos ensinando conceitos matemáticos muito importantes para o desenvolvimento delas.

Como professora gosto de usar o calendário em sala de aula e gosto de fazer contagens regressivas para qualquer data especial ao longo do ano. Aqui em casa faço o mesmo, fazemos contagem regressiva para o natal, os aniversários, viagens importantes, etc. Fiz o Advent Calendar no ano passado e foi muito legal, pretendo criar essa tradição aqui em casa e ir adaptando as atividades conforme eles forem crescendo.

No ano passado comemoramos muito bem o natal, graças ao calendário que fizemos, e acredito que foi muito mais rico comemorar a data ao longo do mês, ao invés de deixar pra comemorar só no dia de natal, como sempre fazíamos. A cada dia fomos fazendo uma atividade natalina juntos, passamos mais tempo juntos, em família, e acredito que isso foi muito melhor do que a ceia e os presentes em si. Por isso acredito que o Advent Calendar é uma maneira muito eficaz de curtir o verdadeiro clima natalino em família. Ele nos une, faz aproveitarmos melhor o tempo com nossos pequenos. As lembranças do natal serão muito melhores do que apenas a montagem da árvore, a ceia, os presentes, etc.


Confira nos posts abaixo como foi a programação de natal do ano passado:


Como foi o nosso natal de 2013


Dito tudo isso, recomendo todas as famílias a fazerem um calendário de contagem regressiva para o natal e para as datas comemorativas mais importantes do próximo ano!

Não sabe como fazer um Advent Calendar? É só você se inspirar nos modelos abaixo que vou mostrar pra vocês. O importante não é o modelo do seu calendário, e sim as atividades que você fará com seus filhos. O objetivo do Advent Calendar é fazer algo envolvendo a data comemorativa a cada dia até a sua chegada. Você pode pensar em atividades e escrever no calendário, ou pode escrever mensagens ou até mesmo colocar um docinho ou lembrancinha em alguns dias. Veja abaixo alguns modelos de calendários, e depois que escolher o seu, veja logo após uma lista de idéias de atividades para fazer com seus filhos:


Idéia super fácil com envelopes:
Essa idéia é fofa e a mais fácil de todas! Só precisa de quadrados de papel e fita:
Essa idéia também é bacana, pequenos pacotinhos para abrir a cada dia, as crianças vão amar:
Tá, essa é a mais fácil de todas, a corrente de papel:
Vários pinheiros coloridos, e nem é tão difícil, vai? Só um monte de triângulos de papel, palitos de churrasco e uma base de isopor:
Vários embrulhos feitos com rolo de papel higiênico:
Bolsinhos de papel de presente:
Super fácil de fazer!
Essa idéia é linda, mais sofisticada mas não é tão difícil, feito com bolas de natal:
Bolsos de papel novamente:
Idéia muito fofa, um pouco mais trabalhosa, para as mães que querem caprichar:
Achei essa idéia incrível! Livros que formam árvores de natal...para ler um a cada dia até o natal:
Ficou lindo, né?
Usando rolos de papel higiênico, embalados como bombons:
Palitos de picolé:
Outra corrente de papel:
Usando sacos de papel e prendedores de roupa:
Estrelas lindas, e não precisam ser costuradas não, podem ser coladas mesmo!

Mas meu modelo de calendário preferido é o varalzinho! Acho que fica super fofo, dá pra ter várias idéias e fica visualmente melhor para as crianças entenderem os dias que faltam pro natal, sendo que ficam todos lado a lado em uma linha:
Dá pra fazer pacotinhos com papel de presente:
Ou usar copinhos:
Não é lindo?
Esse aí tá super fácil de fazer, hein?
Esse com envelopes é mais fácil ainda:
Outro fácil com envelopes:
Esse tá mais trabalhoso, mas fica lindo:
Esse também tá bem fácil, qualquer um sabe cortar triângulos pra fazer essas bandeirolas:
E de corações fica fofo, e super a ver com o significado do natal:

O nosso advent calendar já está pronto,  fiz igual ao do ano passado:



Eu não vou compartilhar agora as atividades que iremos fazer, pois o Allan lê meu blog e se eu escrevesse aqui, deixaria de ser surpresa! Mas vou ir compartilhando no meu instagram as fotos, se quiser conferir me siga: @mamaenadia

Abaixo criei uma lista de sugestões de atividades que você pode fazer ao longo da contagem regressiva:

1. Montar a árvore de natal;
2. Fazer juntos uma guirlanda para a porta;
3. Acender velas com aromas natalinos pela casa;
4. Fazer um enfeite craft para a árvore;
5. Fazer uma estação do chocolate quente (para os que moram no Canadá!);
6. Passear no shopping para ver as decorações natalinas;
7. Colocar enfeites no jardim (para os que moram no Brasil!);
8. Comer panetone no café da manhã;
9. Fazer cartões para enviar para os amigos e familiares que moram longe;
10. Ler na bíblia a história do nascimento de Jesus;
11. Embrulhar o lanche do seu filho com papel de presente;
12. Passear pela cidade para apreciar as luzes das casas;
13. Visitar um orfanato e levar lembrancinhas para as crianças;
14. Doar as roupas que não servem mais;
15. Visitar pessoas num hospital;
16. Doar sangue (levar seu filho para ver você doando);
17. Fazer um prato para levar ao seu vizinho;
18. Fazer cookies para dar para os amigos;
19. Fazer lembrancinhas para dar para os colegas da escola;
20. Comprar/confeccionar presentinhos para as professoras;
21. Ouvir músicas de natal;
22. Assistir filme natalino;
23. Ir em algum evento de natal da cidade;
24. Fazer um ato de bondade para o pai/irmão/avós;
25. Ler livros de natal;
26. Ler juntos uma passagem bíblica sobre o amor de Deus;
27. Patinar no gelo;
28. Fazer um pic-nic ao lado da árvore de natal;
29. Leve um cartãozinho para o porteiro do seu prédio;
30. Doe tempo para visitar algum amigo/parente que você não visita com frequência;
31. Faça uma lista dos presentes que Deus deu à família nesse ano;

Espero muito que vocês façam o calendário na casa de vocês. Tenho certeza que vocês vão curtir muito e será um natal muito mais inesquecível para seus filhos! Ainda dá tempo de preparar, você pode fazer um calendário com 31 dias, se começar amanhã, no dia 24/11, ou um de 24 dias se começar no dia 1/12. Escolha um modelo simples, compre o material e tire 1 horinha do seu dia pra preparar tudo. Parece difícil mas não é, e vai valer muito a pena! Se você fizer, compartilhe fotos comigo! Me envie pelo facebook,  pelo email nadiafbf@gmail.com, ou se você tiver um blog e fizer um post com seu calendário, me envie o link aqui por comentário.


Vou me divertir bastante nos próximos dias, com as atividades que farei com os meninos. Me acompanhem pelo instagram para verem as fotos em tempo real, não prometo postar todos os dias, mas vou postando mesmo que fiquem vários dias acumulados. E depois venho mostrar tudo aqui no blog!

Beijos!






sexta-feira, 21 de novembro de 2014

10 anos de casados


No dia 5 de setembro o Tiago e eu completamos 10 anos de casados, e foi exatamente no fim de semana em que estávamos fazendo a nossa mudança para Toronto, por isso não consegui fazer nenhum post aqui no blog. Essa é uma data muito importante das nossas vidas, e precisava ficar registrada aqui, antes tarde do que nunca, né?!

Passou muito rápido, mas ao mesmo tempo posso sentir que já é uma vida que construímos juntos. Mudamos, crescemos. Meu marido já não é mais um universitário nerd e sonhador. E claro que eu não sou mais aquela menina de 16 anos. Passamos da fase da adolescência para a fase adulta unidos, casados. Foi muito bom amadurecer e me tornar uma mulher com a ajuda do Tiago. Com a presença dele em minha vida me tornei uma pessoa muito melhor, cresci espiritualmente, emocionalmente e profissionalmente. E esse é o ponto que mais gosto em nosso casamento: o crescimento. Nós estamos sempre tentando elevar o outro, melhorar, progredir. Casamos muito cedo e achamos que isso poderia prejudicar nossa vida profissional. O Tiago a recém tinha entrado na faculdade e já precisava sustentar uma família! Eu nem tinha saído do ensino médio ainda! Tivemos que batalhar mais do que a maioria das pessoas da nossa idade, e hoje vemos que só ganhamos com tudo isso. 

Deus tem cuidado muito bem de nós durante todo esse tempo. Nunca tive dúvidas de que Deus trouxe o Tiago para mim. Era cedo, mas eu sabia que ele era o homem da minha vida. Eu era uma adolescente maluquinha cheia de desilusões amorosas, e após algumas decepções com os meninos errados eu pedi pra Deus enviar o namorado certo pra mim. Orei por um tempo e pedi a ele um namorado cristão, que me ajudasse a ficar mais próxima dEle, que não me fizesse sofrer de amor, e que fosse "O" namorado, pra vida inteira. Porque eu já queria um compromisso sério, não queria que alguém entrasse na minha vida com tudo, pra sair depois. Quando o Tiago apareceu e Deus me mostrou que ele era o "the one", eu fiquei com o pé atrás e perguntei várias vezes "tem certeza que é esse mesmo, Senhor?", pois não foi paixão à primeira vista. Foi mais uma decisão racional. Analisei-o e comprovei que ele era tudo o que eu precisava. Ele era o pacote completo, e tínhamos muitas afinidades. Só a paixão que demorou pra chegar. Mas quando chegou, veio com tudo, e foi aí que o Allan apareceu na história! Erramos em apressar a história que Deus havia escrito para nós. Pulamos etapas importantes. Mas Deus não nos abandonou por isso. Ele nos acolheu ainda mais!  Não pensem que foi fácil criar um filho na adolescência, pagamos o preço, e não recomendamos isso pra ninguém. Deus foi misericordioso, e se esse casamento deu certo, se somos essa família hoje, é porque Deus segurou todas as pontas para nós. E também porque nossa família se desdobrou para consertar o nosso erro. Sem todo esse apoio nada disso teria acontecido.

Acredito que são esses os ingredientes que formaram o nosso casamento: Deus, a nossa família, os amigos que nos apoiaram e cuidaram de nós, a busca pelo crescimento, o amor, é claro, e também a decisão racional. Nesse casal o Tiago sempre foi o cérebro, e eu, o coração. Mas com a influência dele fui me tornando mais racional, o que é muito importante para um casamento dar certo. As esposas não podem deixar as emoções tomarem conta do relacionamento, a base do amor não é a paixão e os sentimentos, e sim as decisões, a moral. Se você quer ter um casamento feliz, precisa tomar várias decisões ao longo da vida. Fui decidindo parar de tentar mudar o meu marido, e aceitá-lo exatamente como ele é. Decidi respeitá-lo. Decidi apoiar o seu crescimento, ajudá-lo a explorar seu potencial, colaborar para vê-lo realizado em todos os aspectos de sua vida. Decidi ser sua amiga, sua companheira, não sua dona e tampouco pedra de tropeço para ele não ir atrás do que quer. Com o passar dos anos fui tendo a certeza de que Deus capricha e Ele não errou em nenhum pedaço do homem que criou pra mim. O Tiago é a tampa da minha panela, até seus defeitos servem pra meu crescimento. Sinto como se Deus tivesse enviado, além de um companheiro pra vida, um professor, que me ensina a melhorar como pessoa, como cristã, como mãe, como filha, como esposa e profissional. 

Nosso casamento não é perfeito. Temos muitos defeitos. São duas cabeças duras dividindo um território, e já brigamos muito ao longo desses anos. Ainda brigamos hoje, mas está cada vez melhor o convívio e o relacionamento. Já nos conhecemos bem, nos aceitamos, sabemos como lidar com as encrencas. Temos um casamento feliz. Longe da perfeição. Mas desfrutamos de um relacionamento muito bom. Somos amigos, de verdade. No Tiago encontro segurança. Ele me cuida, se preocupa comigo, quer sempre me ver bem, torce por mim e me trata bem todos os dias. Me dá carinho, respeito. E além disso a paixão continua. Pois é, aquela que demorou pra surgir no início, foi crescendo com o tempo e permanece até hoje. Quando olho pro meu marido, além de sentir orgulho e admiração, ainda vejo um homem que agrada muito os meus olhos, que eu acho lindo e estou sempre com vontade de abraçar e beijar!

Agradeço a Deus por ter construído a nossa história, agradeço a todos que fizeram parte dela também. Foram os melhores 10 anos da minha vida! E estou ansiosa pelos próximos... Agora é o momento de crescermos profissionalmente e adquirir aquela vida estável, vida "adulta" oficialmente, pois não somos mais novinhos como antes. Conforme nossos filhos vão crescendo podemos nos curtir ainda mais como casal, passar mais tempo a sós, nos divertir, viajar mais! Acho que os próximos 10 anos serão ainda melhores que os primeiros! Mas com o Tiago estou disposta a passar qualquer momento da minha vida, dos melhores até os piores, já passamos a juventude toda juntos, e vou estar feliz com ele até nas dificuldades da velhice!

Meu amor, eu te amo hoje muito mais do que te amava no dia em que casei contigo!
Obrigada por tudo o que fez e faz por mim! Você me faz a mulher mais feliz do mundo! Eu não poderia ter recebido presente melhor de Deus, do que um companheiro como você. 


Nosso casamento...
A nossa lua de mel foi assim, com invasão no quarto do hotel!
Dedicando o nosso filho a Deus:
E Ele é a base da nossa família até hoje.
Éramos três...
E logo a família ficou completa!
A primeira foto que o Allan tirou de nós:
Alguns momentos juntos...
Esse amor só aumenta com o passar do tempo!
Versão atual, a minha versão preferida:

E que venham os próximos 10, 20, 60 anos ao seu lado, meu amor!





terça-feira, 18 de novembro de 2014

2 anos de Canadá

Hoje estamos completando 2 anos no Canadá! Meus sentimentos são de felicidade e gratidão por estar morando nesse país tão maravilhoso. Nunca pensei que viríamos pra cá, aconteceu de repente e hoje não me imagino morando em outro lugar. Sou muito grata pelas surpresas que Deus prepara em nossa vida.

Estou com saudades do Brasil, sim. Mais da família do que do país. Confesso que minhas lembranças do Brasil estão ficando um pouco embaçadas em minha mente, acho que quando formos aí vou estranhar muita coisa. Já não sei o que meus meninos lembram do Brasil, o Pedro veio pra cá com 3 anos e acho que não guarda memórias do país em si. Ele quer ir no Brasil pra ir na casa da vó Preta, é isso o que ele lembra e pede. O Allan lembra mais, mas acho que ele é quem mais se incorporou à vida canadense. 

Estamos aguardando nossos passaportes chegarem com o nosso novo visto de residentes permanentes. Agora entraremos em uma nova fase, comprar nossa casa aqui, consolidar nossa carreira, e finalmente fincar raízes em um lugar. O lugar escolhido foi Toronto. Vamos para o Brasil no ano que vem, matar a saudade, mas quando voltarmos o plano é abrirmos as portas da nossa casa para recebermos os familiares que quiserem vir nos visitar. As idas ao Brasil ficarão cada vez mais escassas sendo que estamos construindo nossa vida aqui, e ir para o Brasil com uma família de 4 (talvez de 5 em um futuro próximo!) é MUITO caro! É mais fácil trazer os vovôs pra cá pra passar uma temporada com nós! Vamos ter prazer em receber visitas e mostrar para todos o nosso novo país, fazer passeios e mostrar como é a vida canadense. Mal vejo a hora de termos nossa casa com um quarto para as visitas! Esse é o plano pro próximo ano, o terceiro ano no Canadá!

Confira os posts sobre nossa mudança para cá:










Agora aperta o play pra ouvir o hino do Canadá enquanto acompanha o resto do post, pra entrar no clima:





Resumo do nosso segundo ano no Canadá:

O ano começou com muita neve, muito frio e muito trabalho. Íamos à pé pra escola e trabalho no frio de -30. Foram meses bem exaustivos de novembro à abril.


Em Prince Edward Island nevou mais do que o normal, foi o pior inverno em 40 anos. Pra sair de casa, só escavando o carro:

Esse era o caminho do trabalho pra casa, todos os dias:
Não dava pra sair de casa, não tinha o que fazer naquela ilha! Olha a situação dos parques:
Passamos pelo nosso primeiro furacão. Um furacão de neve, o primeiro da história do Canadá:
Furacão passando pela nossa ilha:
A situação da ilha após o furacão:
A visão da janela:
Muita, muita, muita neve!
Abril chegou e ainda estava assim:
Aproveitamos pra brincar um pouco na neve:
Trocamos de carro, pegamos um Cruze:
E quando o gelo começou a derreter, em maio, aproveitávamos qualquer tempo livre para respirar um ar puro!
Caminhamos muito, curtindo o sol:
Íamos na praia de casaco e botas! Só de ver o mar descongelado já era ótimo!
Depois de 6 meses abaixo de neve, foi um alívio ter vida novamente...
Curtimos muito a primavera na charmosa Charlottetown:
Curtimos a beleza das tulipas!
E o nascimento das Lupins, flores características da ilha:
Vibrávamos com cada flor que brotava!
Aos poucos foi esquentando...
Acompanhamos a copa do mundo do Brasil:
E o Allan terminou o terceiro ano, seu segundo ano letivo aqui no Canadá:
E ganhou uma condecoração de melhor aluno da classe!
E a mamãe terminou dois cursos na faculdade e conseguiu o diploma de educadora infantil na província de Prince Edward Island:
E aproveitamos muito o verão 2014 na ilha!
Vimos muitos cruzeiros chegarem...
Pescamos...
Curtimos muito as praias lindas de PEI...
Eu andei muitos e muitos quilômetros nesse verão! Depois de meses trancada em casa eu saí voando feito um passarinho por aquela ilha! Caminhava até os faróis:
Saía de casa e ia à pé até as praias mais próximas:
Ia de carro nas praias mais distantes e caminhava nas praias desertas por duas horas...só ouvindo o barulho das ondas...
E logo a vovó veio do Brasil! Foi a primeira visita da família desde que chegamos aqui!
Os meninos ganharam muito carinho de vó!
Assistimos os fogos de artifício do Canada Day 2014 na beira do Victoria Park:
Passeamos muito com a vovó!
Muito tempo em meio à natureza...
Passeamos em muitos faróis...
 

Comemos muito sorvete do Cows Creamery, o melhor sorvete do Canadá!
Logo o vovô chegou também:
Foi um verão muito bom na nossa ilha! Mas logo tivemos que nos despedir...cruzamos essa ponte pra não voltarmos mais:
E eu peguei estrada pela primeira vez! Dirigi 1.700 quilômetros em 2 dias!
Fizemos uma mudança maluca estilo canadense, onde carregamos e descarregamos sozinhos, e dirigimos o caminhão por nossa conta. Papai caminhoneiro atravessando o leste canadense:
Apartamento novo em Toronto!
Vida na cidade grande...
Toronto nos acolheu muito bem...
Gostamos muito daqui!
Fizemos muitos amigos!
Gente muito querida e especial...
Já temos uma nova família por aqui.
E com certeza esse foi o ponto alto desse ano!
A igreja Adventista Brasileira de Toronto!
Meus filhos agora têm amigos da igreja, era isso o que estava faltando em nossa vida no Canadá, e esse é um ponto muito importante pra nós.
O Allan entrou pro clube de desbravadores:
O Pedro está cheio de amigos da idade dele, é uma igreja lotada de crianças!
Crianças lindas!!
Com certeza essa foi a melhor parte do ano:
E também curtimos o outono colorido de Ontario:
O outono mais vibrante que já vi!
E acompanhamos a natureza morrendo novamente...
O segundo ano se passou, e o sentimento predominante é: Canadá, te amo cada dia mais!!!

Quero continuar usando o blog para ajudar e dar dicas pra quem quiser vir pra cá, e quero receber muitas visitas também! E que venha o terceiro ano!

PS: Me emocionei fazendo o post enquanto ouvia o hino do Canadá! 

Beijos para todos vocês que nos acompanham e torcem por nós.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...